Financiamentos coletivos

tumblr_nn2kb7iayd1r704g9o1_500

Uma vez me chamaram para juri de um prêmio da extinta revista ‘a rede’.

O prêmio tinha objetivo de promover e destacar projetos de uso da tecnologia na educação e na ‘inclusão digital’.

A minha metodologia para avaliar foi fazer um balanço entre 3 variáveis: a quantidade de pessoas atendidas, o objetivo social do projeto e o financiamento.

Assim, um projeto com objetivos desinteressantes e anacrônicos: nota baixa.

Pouca gente atendida: nota baixa.

E, se tivesse um financiamento de banco e/ou grandes empresas, as avaliações seriam função da quantidade de pessoas atendidas ou o objetivo intrínseco do projeto. Ou seja, financiamento de banco, projeto bobinho: nota baixa; poucos atendidos: nota baixíssima.

Nunca mais fui juri desse prêmio. Ser rigoroso demais não é bom para os negócios.

No entanto, acho que ser rigoroso em relação ao financiamento faz com que possámos evidenciar projetos que tenham qualidade. E, quanto mais financiamento é mais simples atingir a meta. Entendo que se há bradesco, itaú, oi, vivo, claro ou quaisquer outros players da ação social há de se pensar que o projeto tem que atingir mais de milhares de pessoas e que tenha sido definido para ser relevante para a sociedade. Um projeto com financiamento mais humilde pode ser menos fantástico como projeto mas que, seguramente, envolve mais a comunidade, o que torna seu ponto forte.

Bem, escrevi tudo isso para apontar para um detalhe em relação a gourmetização do crowdfunding.

Tipo: uma ONG chique, financiada por bancos, com um produto bom concorre com muito mais profissionalismo pelo seu dinheirinho de caridade direta com outros projetos menores, onde o pessoal dá um sangue danado para manter e ampliar seus projetos.

Os coletivos que se formam pela vontade de fazer, algo tão século 21, encontraram uma forma de produzir se valendo das doações dos amigos e amigos dos amigos. Se a gourmetização continuar crescendo vai dificultar cada vez mais para o pessoal que tem feito algo diferente.

Pense na hora de dividir seu pãozinho. E faça como eu fiz para avaliar os projetos. Seja rigoroso. E dê seu dinheiro pra quem você quiser.

Anúncios

2 respostas em “Financiamentos coletivos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s