Vai nos levar além

boca_texturizada_v3A liberdade é uma construção. Não é algo que está pronto. Nada tá ganho. É uma conquista cotidiana na qual temos que aprender a lidar com as adversidades e transformar os momentos ruins em potência.

Liberdade não existe sem a prisão. De onde vem esta estranha prática e o curioso projeto de encarcerar para adestrar? Encarceramos as emoções mais loucas para deixar a razão tomar conta do coração. Criamos a nossa própria prisão sem notar que as flores do vizinho são apenas flores. As cores são códigos na cabeça de cada um. A florada só acontece quando é decodificada.

A prisão da existência pode ser traduzida como uma armadilha interna. Uma incapacidade de transformar os anseios em realidade. Tocamos na periferia das emoções, aprendemos a dar um perdido na tristeza. Fingimos que somos felizes, viajamos para desmontar a angústia e nos enganamos quase que o tempo todo. Pois, a construção de um plano de imanência onde podemos exercer a potência é um jogo de tentativas e erros que tratamos como a impermanência do destino.

Isso de ser exatamente o que se é ainda vai nos levar além (Leminski).

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s